Bichos como nós

 

 

 

Dicionário de Ornitologia

 

 

 
ALELOS
Genes em que se designam os caracteres

 

AMOSAICADO
Canário nevado com tendência a apresentar marcação de mosaico

 

 

ANILHA 
Abraçadeira inviolável para controle de criação.

 

 

AUTOSSOMAL
Mutação independente do sexo dos indivíduos do casal.

 

 

BARBAS
Os filamentos localizados de um e de outro lado do raque das penas

 

 

BÁRBULAS
Cada um dos pequenos filamentos laterais das barbas das penas

 

 

BASTÕES
Localização das melaninas negra e marrom na plumagem do canário

 

 

CANÁRIO COM FATOR
Canários com lipocromo vermelho.

 

 

CAROTENO
Pigmento de cor laranja ou vermelha.

 

 

CAROTENOIDES
Grupo de pigmentos solúveis em gordura, semelhante ao caroteno, tais pigmentos tem sua cor variando do amarelo ao vermelho.

 

 

CATEGORIA
Forma pela qual o lipocromo é distribuído na plumagem.

 

 

CLOACA
Orifício comum à reprodução e eliminação de fezes, urina e ovos.

 

 

CONSANGUINIDADE
Parentesco de sangue materno ou paterno.

 

 

COR DE FUNDO

Termo utilizado para descrever a presença ou ausência de lipocromo

 

 

CROMOSSOMAS
Filamentos encontrados nas células, que carregam os genes, responsáveis pelas informações genéticas de um ser vivo.

 

 

DESPIGMENTAÇÃO
Ausência de pequena proporção de certo pigmento

 

 

DILUIÇÃO
Forma pela quais as melaninas se apresentam em sua intensidade mínima

 

 

DIMORFISMO SEXUAL
São diferenças entre machos e fêmeas, visualizadas com uma simples observação dos pássaros.

 

 

DOMINANTE
Pássaro de caracteres dominantes às demais cores de fundo.

 

 

DORSO
Parte posterior das costas

 

 

ENVOLTURA
Define as melaninas dispersas na plumagem do canário, que não estão presentes nos bastões e estrias.

 

 

ENZIMAS
São catalisadores de natureza proteica produzida por células vivas.

 

 

EPISTÁCIA
Fenómeno pelo qual, um par de genes impõem as suas características, inibindo as características de outros.

 

 

ESPÉCIE
Conjunto de indivíduos semelhantes no aspecto morfológico, capazes de se reproduzir, gerando descendentes férteis.

 

 

ESTRIAS
Localização das melaninas negra e marrom na plumagem do canário

 

 

EUMELANINA
Coloração negra ou marrom que se deposita na plumagem, formando os desenhos (estrias).

 

 

FACTOR
Elemento que concorre para o resultado de uma mutação.

 

 

FACTOR AZUL
Grande inibidor de feomelanina sendo o principal responsável pelo brilho dos canários.

 

 

FATOR LETAL
Os factores intenso e branco dominante acasalados entre si, morte de 25% dos embriões.

 

 

FENÓTIPO

Características genéticas observadas externamente em um canário

 

 

FEOMELANINA
Pigmento marrom que se depositas nas extremidades das penas

 

 

FLANCO
Cada uma das duas regiões abdominais, direita e esquerda.

 

 

GENES
Uma parte de um cromossoma que resulta em certa característica.

 

 

GENÓTIPO
Conjunto de genes que contém a informação genética completa para se construir um individuo.

 

 

HETEROZIGOTO
Chamamos ao pássaro totalmente portador de alguma mutação não puro.

 

 

HIBRIDAÇÃO
É a introdução de um gene de uma espécie, em outra, através de cruzamentos entre aves diferentes.

 

 

HÍBRIDO
Pássaro resultante do cruzamento de espécies distintas.
Um exemplo é o cruzamento do canário com o Tarim para obtenção do fator vermelho.

 

 

HOMOZIGOTO
Pássaro de genes alelos idênticos, pássaro que não porta nenhuma mutação totalmente pura.

 

 

INO
Terminologia aos canários albinos, lutinos e rubinos (canários com olhos vermelho, sem eumelanina negra).

 

 

INTENSO
Denominação ao canário com lipocromo amarelo ou vermelho, atingindo toda a extensão das penas.

 

 

LINHA CLARA
Grupo de canários Lipocrómicos caracteriza-se pela ausência total de melanina.

 

 

LINHA ESCURA
Grupo de canários melánicos caracteriza-se pela presença de melaninas.

 

 

LINHAGEM
Conjunto de pássaros com consangüinidade controlada.

 

 

LIPOCRÓMICO
Todo exemplar que tenha a sub-plumagem branca.
Para conferir, devemos soprar e observar a parte das penas próximo a pele.

 

 

LIPOCROMO
Define a cor amarela ou vermelha dos canários

 

 

LUTINOS
Canários amarelos de olhos vermelhos

 

 

MELÂNICOS

Todo exemplar de sub-plumagem negra, podendo variar desde o bege bem claro até o negro, passando por várias tonalidades de marrom.

 

 

MOSAICO
É um canário com Dimorfismo sexual onde o depósito de lipocromo é restrito em áreas específicas da plumagem; máscara facial, ombros, uropígio e peito, fêmeas e machos são julgados separadamente

 

 

MUDA
Época obrigatória de renovação de plumagem.

 

 

MUTAÇÃO
Constituição hereditária com aparecimento de carácter inexistente nas gerações anteriores, pode ser ligada ao sexo ou autossomais.

 

 

NEVADO
Lipocromo apenas na metade da pena

 

 

OVOSCOPIA
Acto de examinar ovos em fecundação (sétimo dia) para verificar se estão fecundados.

 

 

OXIDAÇÃO
Forma pela quais as melaninas se apresentam em sua intensidade máxima

 

 

PENUGEM
Primeiras penas que surgem de um pássaro.

 

 

PIGMENTAÇÃO
Coloração através de substâncias.

 

 

QUISTOS
Pela impossibilidade da pena romper a pele e atingir seu desenvolvimento, fazendo com que ela fique abaixo da pele, formações de bolas (caroços).

 

 

RECESSIVO
É o factor responsável pela ausência absoluta de carotenóide com inibição total do depósito de lipocromo.

 

 

REMIGES
Penas grandes das asas.

 

 

RETRIZES
Penas grandes da calda.

 

 

ROLLER
Canário de canto melodioso clássico, originário da Alemanha, este canário tem canto mais baixo que os demais, tendo como único item para concurso, o canto.

 

 

RUBINOS
Canários de plumagem e olhos vermelhos.

 

 

SCHIMELL
Manifestação indesejável de nevadismo em algumas regiões da plumagem dos canários. Característica essa que apresenta desvantagem para efeito de concurso.

 

 

SÉRIE
Agrupamento de cores quanto às características lipocromicas e melânicas semelhantes.

 

 

SIRINGE
Órgão interno do pássaro responsável pelo canto.

 

 

SUB-PLUMAGEM
São as penugens constituídas de penas finas, sedosas, rachões mole e barbas soltas.

 

 

TETRIZES
Penas que recobrem todo o corpo do canário.

 

 

UROPÍGIO
Região do corpo do pássaro, localizado junto à cauda, onde estão localizados o par de glândulas uropígias.

fonte: http://mundo-dos-canarios.blogspot.pt/2009/10/curiosidades-dicionario-de-ornitologia.html

Siga-nos na Rede

 fb icon 325x325   Facebook           tweter   Twitter

Espaço Lusófono © 2013 . Todos os direitos reservados

Login ou Registe-se

LOGIN

Registe-se

User Registration